quinta-feira, 8 de março de 2012

Futebol

Os primeiros vestígios do Futebol foram encontrados por historiadores em diversas culturas antigas.


Na China por volta de 3000 aC o jogo era na verdade um treinamento militar onde chutavam a cabeça de soldados inimigos, que posteriormente foram substituídas por uma bola. No Japão existiu um jogo que era praticado pela corte imperial onde o contato físico era proibido e a bola feita de fibra de bambu. Soldados gregos jogavam em equipes de 9 pessoas em um campo retangular por volta do século I aC e o jogo foi assimilado pelo romanos depois de conquistarem a Grécia. Na Idade Média era extremamente violento, sendo permitidos socos, chutes que chegaram a causar a morte de muitos jogadores e levando à proibição da sua prática na Itália pelo Rei Eduardo II. Nessa mesma época foi criado pelos nobres uma versão onde a violência era proibida e coibida por 12 juízes que faziam valer as regras.

Foi na Inglaterra por volta do século XVII que o jogo foi organizado e ganhou regras claras e objetivas que incluíam a medida do campo, características da bola e do gol. No ano de 1848, em uma conferência em Cambridge, estabeleceu-se um único código de regras para o futebol. Em 1871 foi criada a figura do goleiro, que seria o único que poderia colocar as mãos na bola e deveria ficar próximo ao gol para evitar a entrada da bola. Em 1875, foi estabelecida a regra do tempo de 90 minutos e em 1891 foi estabelecido o pênalti, para punir a falta dentro da área. Somente em 1907 foi estabelecida a regra do impedimento.

O profissionalismo no futebol foi iniciado somente em 1885 e no ano seguinte seria criada, na Inglaterra, a International Board, entidade cujo objetivo principal era estabelecer e mudar as regras do futebol quando necessário. No ano de 1904, foi criada a FIFA ( Federação Internacional de Futebol Association ) que organiza até hoje o futebol em todo mundo.

Futebol nos Jogos Olímpicos
Foi o segundo esporte coletivo a entrar oficialmente nos Jogos Olímpicos, atrás apenas do pólo aquático, em 1908.

Já foi considerado um "campeonato mundial" até a realização da primeira Copa do Mundo em 1930. Após a realização da mesma, passou a ser disputado por seleções amadoras - com vantagem para os socialistas do Leste Europeu, já que os jogadores nesses países não eram, em teoria, profissionais — e assim enviavam aos Jogos Olímpicos suas seleções principais (o que ficou conhecido por "amadorismo de fachada"), ao passo que os países ocidentais eram forçados a mandar equipes amadoras ou de juniores.

Desde 1992 os concorrentes do sexo masculino devem ter menos de 23 anos, com três jogadores de qualquer idade permitidos por time. O torneio é "sub-23", complementando outros próprios torneios da FIFA com os Mundiais Sub-20 e Sub-17.[4] O novo formato permite que as equipes de todo o mundo possam competir de forma igual. Em função do formato, vários dos países historicamente fortes no futebol têm campanhas modestas ou inexpressivas. Em 1996 o torneio feminino também foi introduzido nos Jogos Olímpicos.

Participação do Brasil
O Brasil, participa da competição desde 1952, apesar da sua tradição no futebol, nunca conquistou uma medalha de ouro. Foram duas de prata em 1984 e 1988 e dua de bronze em 1996 e 2008. Em 2004 não se classificou para as competições. No feminino conquistou medalhas de prata em 2004 e 2008.

Mais informações sobre Futebol você encontra no site da CBF.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

+ Populares

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails